11
MAIO
2016

Dos 80 senadores, quase 60% têm ocorrências na Justiça; 24 deles, no STF

por Cristina Tardáguila, Juliana Dal Piva, Pauline Mendel, Raphael Kapa

 

Nesta quarta-feira (11), 80* senadores votam no plenário do Senado para decidir se o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff segue adiante, obrigando-a a se afastar da Presidência da República por até 180 dias. Para que isso aconteça, é necessário que 41 parlamentares votem ‘sim’ no painel eletrônico da Casa.

Usando a base de dados do site Excelências, mantido pela Transparência Brasil, e o sistema de buscas de ações penais e inquéritos do Supremo Tribunal Federal (STF), a Lupa fez um extenso levantamento para saber quais dos 80 senadores possuem “ocorrências na Justiça e/ou nos Tribunais de Contas do país”.

O levantamento pode ser acessado na íntegra AQUI. O mapeamento cobre todos os tribunais da justiça comum, de contas, eleitorais e superiores.

E as principais conclusões da Lupa são as seguintes:

1) Dos 80 senadores que votam hoje, 47 têm pendências na Justiça. Juntos, eles somam 227 “ocorrências”.

2) Vinte e quatro senadores são investigados em inquéritos que tramitam no STF, sendo que cinco deles também são réus em ações penais abertas na Corte.

3) Na outra ponta, vale destacar que 33 parlamentares que votam o impeachment de Dilma hoje não possuem nenhum ocorrência na Justiça. Os dados do levantamento foram extraídos do Excelências até o dia 10 de maio e do sistema de informações do STF até o dia 27 de abril.

grafico

grafico1

Disponível em: Infogr.am

 

 

Acesse: Estadão / Lupa

Deixe uma resposta

*

captcha *